Evolução além das aparências

Evolução além das aparências

Em um dia de sol e tranquilo, no meu primeiro dia de treino em academia, lembro-me de ter visto um cara muito magro, e novamente nos outros dias ele estava lá, e não “crescia”.  Pensei: Esse cara deve ter começado agora. Um dia em meio a uma conversa com o professor da academia, comentei: É interessante como o Fulano é forte, mesmo sendo magrelo… Ele riu e disse: Mário, ele é corredor, o treino dele é focado para outras coisas. Eu: Outras coisas? Como assim, academia não serve para ficarmos fortes e bem definidos? Professor: Não necessariamente Mário. Senti-me confuso, fui “pré conceituoso”. Nessa época estava eu no primeiro período da faculdade, nos fundamentos ainda, mas daquele dia esse assunto entrou na minha cabeça e não saiu mais, ao longo dos meus estudos e progressão nessa área da saúde, fui percebendo coisas incríveis e uma delas é a diversidade de objetivos e o quanto a Educação Física é poderosa. Esse será o tema do nosso artigo. Vamos falar sobre como evoluir mentalmente através de atividades físicas, desmistificar algumas ideias insalubres que muitos têm sobre o corpo/mente, como sempre tento trazer aqui pra vocês e também do por que, ser contra produtivo, comparar seus resultados com os de outra pessoa.

Objetivos que fazem alguém se envolver com atividades físicas:

  • Aumento da massa corporal e redução da porcentagem de gordura.
  • Melhora do condicionamento físico e no sistema cardiorrespiratório.
  • Evolução estética e conhecer novas pessoas.
  • Superação, Disciplina e Foco.
  • Manutenção da qualidade de vida para equilibrar com as atividades intelectuais do dia a dia, estudos, trabalho.
  • Diversão e Entretenimento, liberação de endorfina, hormônio do prazer.

São esses que me vem à mente nesse instante… Existem outros.

 

RESPEITAR AS DIFERENÇAS É PARA OS FORTES

Fugindo da sequência lógica do texto, quero perguntar uma coisa pra vocês, o que acham dos frangos? Sim, aquelas pessoas que vão a academia e fazem exercícios mirabolantes, pegam cargas além da conta, se lesionam por bobeira, pedem pra revezar, mas acabam “dormindo” no aparelho, isso já aconteceu com vocês? Comigo, várias vezes. O que acham da presença deles em meio ao seu treino? Seja sincero nesse pensamento, possivelmente atrapalhando o seu desenvolvimento, correto. Eu particularmente era um frango completo, dizia: Pode deixar esse peso aí, eu consigo. #Quefase. Passou, Amém! O que eu percebo nas comunidades de Fitness e saúde são perguntas loucas e engraçadas, por exemplo, a pergunta: Eu tomo Nescau ou Toddy antes de fazer 4X12 no supino? Muitos dos comentários me divertem, claro, dar umas risadas não mata ninguém. Paralelo a isso existe uma intolerância da parte das pessoas mais experientes, rola um desrespeito até. Uma vez, uma garota fez uma pergunta muito simples: O que eu preciso tomar pra emagrecer? Imaginem vocês, quantas piadas rolaram disso, todos começaram a rir dela, chegaram até a ofendê-la. Resolvi então comentar o porquê das risadas e mostrei que era só ela reformular a pergunta, teria a mesma respondida, ela se sentiu a pessoa mais grata do mundo. Foi uma sensação ótima, e é basicamente isso, as pessoas não precisam ser envergonhadas para entender o que já sabemos, apenas precisam ser apoiadas. Do que adianta estudar isso tudo, aprender tudo e não poder dividir? Pra mim não adianta de porcaria nenhuma, entrar em uma faculdade, estudar, me desenvolver e ofender uma pessoa pelo simples fato da pergunta delas não se encaixar logicamente com o meu conhecimento. Eu amo “perguntas idiotas”, porque é nelas que eu me desenvolvo tanto profissionalmente, quanto pessoalmente.

 

AME, INDEPENDENTE DO QUE SEJA E INDEPENDENTE DAS APARÊNCIAS

A musculação e as atividades físicas vão além das aparências e estética, simplesmente porque ela mexe não apenas com o nosso corpo, mas com o nosso sentimento de estar fazendo algo que nos faz sentir bem e nos dá suporte para nos relacionar de uma forma mais dinâmica com outras pessoas, é gratificante. Pensa comigo… Porque algumas pessoas ao verem alguém bonito, com um bom corpo, seja homem ou mulher, colocam uma nota ou se sentem intimidados com isso? Posso dizer que todos fazem ou sentem isso em algum nível. Se for parar pra pensar, essas pessoas com corpos bonitos são iguais a qualquer pessoa, a única diferença é que ela tem objetivos relacionados à qualidade de vida um pouco diferente. Quanto de vocês tem amigos assim, com belos corpos? E é muito saudável a conversa, correto? Uma vez eu estava indo a uma festa e dentro do ônibus tinha uma garota muito linda, dava pra perceber que ela cuidava muito da saúde dela. E eu me lembro de que esbarrei nela sem querer, 😉 tinha um lugar vazio a minha frente e disse: Senta, porque você não vai mais crescer. E foi uma conversa saudável, ela acabou me contando que amava atividades físicas e que também sentia mal algumas vezes porque era raro das pessoas falarem com ela, exatamente por ela ser muito bonita. Outro momento eu estava conversando com um cara sobre treino e ele era 3 vezes o meu tamanho e estava paralisado com as minhas ideias e informações sobre treino, lembro de achar graça do fato. Fazendo uma analogia aqui, se você amar o que faz e for sincero(a) com alguém, a aparência vai ser a coisa menos importante do mundo. Seja um emo conversando com um bodybuilder, seja uma modelo com um nerd, não importa. Eu particularmente já tive muitos ideais relacionados ao meu corpo, acredito que muitos de vocês também e não mudaria por nada e por ninguém meus objetivos, simplesmente respeito e admiro porque a pessoa vai atrás dos sonhos delas. O caso é que existem milhares de possibilidades para se sentir bem dentro desse mundo. Tenho uma colega de classe que só treina porque quer comer o que quiser e não se sentir culpada por isso, sim, no intervalo ela come qualquer coisa, chocolate, M&Ms, refrigerantes e eu acho superdivertido, ela esta feliz, como deve ser e a atividade física vai fazer esse equilíbrio, se assim precisar. Fico frustrado quando alguma pessoa me pergunta: “Cara, porque você treinar tanto a ponto de sair da faculdade horas da noite e ir pra uma praça, e muitas vezes não tem mais ninguém nas ruas? Quem é que faz isso?” A minha resposta é sempre a mesma: Eu me sinto bem. Se ela entender ótimo, se não, realmente não preciso dessa amizade.

 

CORPO: MINHA CASA, MINHA VIDA!

Esse não é um programa do Governo, mas é uma ótima reflexão. O que isso significa? Que ele nos sustenta e protege e que através dele, conseguimos nos expressar de diversas formas, seja dançando, praticando um esporte, puxando ferro e ficando gigantes. E esse pensamento está a um nível acima de entendimento, se conseguir entende-lo e adaptar a sua vida será incrível. E não há nada melhor do que uma atividade física para fazer essa casa melhor, mais confortável a cada dia, mesmo que no processo vá sentir alguma dor. Ele tem uma inteligência extraordinária e quando você o coloca sobre desafio, quando toma uma atitude de cuidar dele, todas as áreas da sua vida melhoram: Estudos, Trabalho, Relacionamento, Saúde, Espiritual em um estalar de dedos. O quanto você aguenta trabalhar sem ter um número suficiente de mitocôndrias no seu corpo, criadas por exercícios aeróbicos como a corrida de rua? Pouquíssima, então cuide da sua casa.

COMPARAR-SE COM OUTRAS PESSOAS – O PROBLEMA DISSO NO SEU TREINO 

Todos queremos melhorar em alguma coisa, e isso é bem visto quando se trata do nosso corpo, ser mais altos, ganhar mais massa muscular, emagrecer, desenvolver habilidades incríveis, e tudo que seja relacionado a nossa condição física. Todos esses desejos são ótimos, você tem uma ambição e tem que ir atrás. Mas em algum momento olhamos a nossa volta, e percebemos uma coisa, existem pessoas com as qualidades e habilidades mais desenvolvidas que você, por mais incrível que você seja, vai ter alguém melhor do que você em alguma coisa, e isso é maravilhoso, o problema está quando começamos a nos sentir mal por pensar: Ahhhh, eu não consigo isso, essa pessoa conseguiu emagrecer em 3 meses e eu não consegui. No fundo você deve ter outras tarefas e essa pessoa conseguiu porque esse era um dos seus únicos objetivos. De qualquer forma não se compare. Podemos até alcançar esse objetivo e ficar melhor que elas, mas e aí, será assim que vai se sentir bem, através dos objetivos de outras pessoas? Quando nos comparamos com outra pessoa, nossa mente tende a descer a um nível de frustração, ficamos tristes sem ao menos perceber, porque conseguimos ver que somos “inferiores” em algo. Vou te contar um segredo básico que a maioria dos atletas de alto nível compartilham: Compare-se apenas com você mesmo, se quer algo e tiver alguém com essa característica ou habilidade desenvolvida, pesquise-a, veja como ela alcançou, e adapte isso a sua rotina, sem pressa, aproveite o processo, se errar, levante e cai pra dentro novamente, não tente ser ela, seja você, e aprenda com ela. Lembro-me de quantas vezes eu comecei a treinar e parei, seja pelos estudos, trabalho, por desmotivação, mas tudo isso era desculpas…e sempre que voltava, nascia algo mais forte, me sentia melhor, e hoje talvez por isso seja mais difícil largar.

 

INDO MAIS FUNDO…

Pular de atividade em atividade sem definir o que realmente quer é como dar um tiro no pé. Elas começam e aí depois de um tempo, veem outra pessoa fazendo algo diferente e pensam: Eu estou fazendo a coisa errada, eu deveria estar fazendo isso, talvez porque no momento aquilo está chamando mais atenção, é a “atividade do momento”, e aí elas começam, só que depois de alguns meses aparece outra atividade que vai chamar mais atenção e elas trocam novamente, o que acontece aqui é por nunca ir fundo nos seus objetivos e por isso nunca descobrem o seu verdadeiro potencial. Experimentar várias atividades é valido pra poder encontrar o que mais se encaixa com você, e por outro lado pode se tornar um hábito viciante, fazendo de você uma pessoa indecisa. Tem um ótimo exercício que pratico: Daqui por diante, tire uma foto, faça um currículo pessoal das suas habilidades e se desenvolva, e a cada mês faça suas comparações. Pare de se comparar com outras pessoas, se fizer isso vai se sentir mal muitas vezes. Compare-se com você mesmo e vai conseguir realizar seus próprios sonhos, porque será um caminho apenas seu e terá uma história pra contar aos seus filhos e netos. Se você tiver como objetivo crescer, mantenha-o, faça isso de uma forma profunda, vá até o fim e não pare até alcançar o resultado, você pode.

Portanto se gosta de musculação, coloca um objetivo, exemplo: Esse ano vou emagrecer 20kg e traça essa meta, com perguntas: Como farei isso? O que preciso fazer? Sempre se questionando e otimizando a cada dia o seu objetivo, reescrevendo, melhorando esse projeto pelo menos 1% ao dia, e paralelamente a isso respeitando o objetivo das outras pessoas. No fim de tudo, todo esse esforço acabara se tornando algo incrível na sua vida. Compare-se com você e vá além das aparências. É isso!

email
Gostou do artigo? Então, contribua compartilhando!

Deixe seu comentário ;)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Motivação, Treinamento
10 Dicas Poderosas para se Manter Motivado

Fechar