Qual a diferença entre Pré-Hormonais e Pro-Hormonais?

Qual a diferença entre Pré-Hormonais e Pro-Hormonais?

Vejo muita gente cometendo uma gafe ao pensar que os pré-hormonais e pro-hormonais são a mesma coisa. Existe uma grande confusão a respeito disso. Portanto, o objetivo deste artigo é informar ao máximo através de um artigo curto e ao mesmo tempo bastante esclarecedor.

Sem mais enrolação, vamos ao que interessa…

 

PRÉ-HORMONAIS

De uma forma simples e de fácil compreensão, são simplesmente suplementos que estimulam o nosso corpo a produzir mais hormônios. A produção hormonal aumenta devido as substâncias estimulantes presentes nesse tipo de suplemento.

É importante ressaltar que essas substancias não serão convertidas diretamente em hormônios. Sendo assim, o único efeito dos pré-hormonais é estimular a produção natural de hormônios, por consequência os níveis de hormônios anabólicos presentes no corpo também se elevam.

Dessa forma, com uma maior produção e disponibilidade de hormônios anabólicos podemos obter melhores ganhos de massa muscular e também aumentar os níveis de testosterona, sendo uma ótima opção para os indivíduos que estejam fazendo a TPC (terapia pós-ciclo).

Ou seja, são apenas estimulantes naturais de testosterona. Um exemplo dele é o famoso Tribulus terrestris, o qual é produzido através de uma planta. Dentre suas funções está o aumento dos níveis de LH (hormônio luteinizante), hormônio este que estimula os testículos a produzir testosterona.

 

PRÓ-HORMONAIS

São percursores de hormônios e são utilizados para aumentar a quantidade de hormônios disponíveis no corpo, logo proporcionando grandes ganhos de massa muscular. Pessoas relatam ganhos de 5 a 8 kilos em períodos curtos de quatro semanas.

Entretanto, antes de pensar em fazer a utilização desse suplemento é importante conhecer os seus efeitos colaterais. Os efeitos colaterais dos pro hormonais são praticamente os mesmos dos esteroides anabolizantes.

Alguns especialistas afirmam que os suplementos pro hormonais são na verdade anabolizantes, nos quais estão “camuflados” através de substancias “liberadas pela lei”, substancias essas que ao serem metabolizadas se transformam praticamente nos mesmos componentes de alguns anabolizantes.

Á vista disso, é necessário a realização da tão falada TPC (terapia pós ciclo) a fim de proteger o fígado, rins e também para estimular a retomada normal da produção de testosterona, mantendo os níveis de testosterona saudáveis e por consequência normalizando a libido.

Por essa razão reflita bem antes de utiliza-los, coloque em uma balança e analise os benefícios e malefícios e faça a sua decisão. São esses os pro hormonais mais consumidos: M-drol, M-stane, Halovar, H-stane, Reign, entre outros.

 

Referências bibliográficas:

http://www.mindandmuscle.net/articles/all-about-prohormones-prohormone-basics-101/
http://prohormonedb.com/all-supplements.asp
http://www.muscleandstrength.com/articles/prohormones-dont-start-down-road.html

email
Gostou do artigo? Então, contribua compartilhando!

Deixe seu comentário ;)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *