Correr Descalço? Parte 1
nov17

Correr Descalço? Parte 1

Talvez esse seja um dos artigos mais intrigantes que vá lê, muita gente não vai conseguir ir até o final por ele ser tão contra intuitivo quando se trata de anos e anos de conhecimentos colocados em sua mente, vai mexer com você. O caso é que se você se encontra aqui, esse assunto provavelmente te deixa com pulgas atrás da orelha, e reconheço que não seja a toa, porque a primeira vez que eu li sobre isso, de primeira, a minha mente dizia: “Isso é inaceitável!” Mas o que eu perderia ao me aprofundar?! Está dentro da área da saúde, educação física, e é de interesse de praticantes de atividades físicas inteligentes que buscam a cada dia, o autoaperfeiçoamento e superação. Trouxe esse artigo com o intuito de que a partir dele seus treinos e/ou conhecimentos venham alcançar um novo nível. Ele ficou um pouquinho grande comparando com nossos outros artigos, então acabou sendo dividido em 3 partes. Na primeira parte será falado onde e como surgiu a ideia, será feita também uma análise sobre a filosofia de vida de praticantes que aderem essa forma de praticar, junto a isso, as características dos calçados minimalistas para a modalidade descalça (WTF? Correr descalço com calçado Mário?), meio confuso essa última, segue o texto que isso será explicado. Na segunda parte inclui algumas ideias sobre a aderência a essa forma de corrida, analisando alguns pontos importantes que serão de grande relevância para a prevenção de lesões e os tipos da mesma, seguindo também alguns cuidados na transferência da forma de corrida e também sobre como ser um ultracorredor. E quem sabe dê até pra iniciar um novo projeto, #projetorun.  Boa leitura, e foco!   Como tudo começou? Homo Sapien em um dia ensolarado e com o rugir de tigres dentes de sabre acorda e vai a caça, encontra a sua presa e começa a persegui-lá em uma corrida fenomenal, nada de Nike nos pés, é pura e simplesmente uma caçada descalça… Bem, vamos avançar só um pouquinho? Só 300.000 anos se passam e todo o “causo” começou em 2009 quando um escritor, Christopher McDougall, através do seu livro intitulado “Nascidos para Correr” coloca em jogo a ideia de que correr descalço poderia ser mais seguro e benéfico do que correr com calçados, e que nossa forma de correr atual é nada mais do que ilusão, e que não precisaríamos de tanta tecnologia dos calçados para correr por aí. Isso acabou gerando curiosidade no mundo inteiro. O livro também traz uma questão intrigante: Como podiam índios mexicanos correr ultramaratonas apenas com sandálias de borracha e ter menos lesões que atletas a...

Continuar Lendo
Persistir ou Desistir?
out12

Persistir ou Desistir?

Se você está tentando alcançar seus sonhos certamente já deve ter notado que isso não é nada fácil, pelo contrário, mudar a própria vida é difícil, é trabalhoso… Ir em direção aos seus sonhos e objetivos é um processo bastante doloroso, você irá cair, falhar, ralar os joelhos mais do que terá sucesso, terá momentos que você irá duvidar de si mesmo. E nesses momentos difíceis você irá perguntar a si mesmo: “Porque eu meu Deus? Porque isto está acontecendo comigo? O que eu fiz?” Mas para aqueles que estão ou já passaram por dificuldades eu quero deixar a seguinte mensagem: isso faz parte da jornada, a dor é momentânea, os tempos difíceis não são para sempre. Por mais desagradável que seja a situação em que você esteja hoje, tente aprender algo com ela. Pergunte a si mesmo: “o que eu posso aprender com isso?” Tente ver a vida com outros olhos, procure ver o lado positivo, e com certeza você irá encontra-lo. Agora, eu te desafio a gastar mais tempo com você mesmo. Deixe a tv por um tempo, reflita sobre seus objetivos, escreva seus objetivos, defina suas prioridades, neste artigo aqui você confere 10 dicas para se manter motivado. E o mais importante de tudo, se você deseja realmente atingir o seu objetivo, você terá que eliminar as pessoas negativas da sua vida que agem como verdadeiros sanguessugas e outra pare de se importar com a opinião dos outros, se você for fazer as coisas pensando no que os outros vão dizer você nunca fará nada, faça aquilo que você realmente quer, não o que os outros julgam ser melhor para você. Mais uma vez, seus sonhos são possíveis, basta ir faminto em direção a eles. Portanto, se você deseja realmente alcançar os seus objetivos a única coisa que eu posso lhe dizer é: invista mais em você, se autodesenvolva, busque sempre aprender algo novo todo dia, persista! Lembre-se: a dor é temporária, mas a gloria é eterna.   Encerro este artigo com uma palestra motivacional incrível, vale a pena...

Continuar Lendo
A culpa não é do McDonald’s
set01

A culpa não é do McDonald’s

No ultimo sábado do mês de agosto(30/08) foi o dia do Mcdia Feliz, então nada mais nada menos do que trocar uma ideia com vocês. Não vou falar mal e nem bem sobre o assunto, esse não será um artigo do tipo: O lado negro de alguma coisa e também não será publicidade. Só de falar no nome da empresa, alguns marombeiros já começam a se coçar, compreensível. Vamos esclarecer, por exemplo, como a empresa que se tornou uma das maiores do ramo dos lanches rápidos, com 33 mil restaurantes espalhados por 119 países, se tornou tão polêmica quanto se trata de saúde, especialmente pela enorme quantidade de calorias encontradas nos lanches. Médicos, educadores físicos, nutricionistas, e fanáticos por McDonald’s, debatem sobre diversas situações envolvendo a empresa, e é claro, num mundo tão diversificado, as opiniões são várias: Uns amam aqueles lanches “deliciosos”, outros são contra suas propagandas, e ainda o fato de que a cada dia o número de crianças obesas vem aumentando. Quem estaria certo? Por outro lado quem diria que o McDonald seria responsável por um Instituto que ajuda milhões de crianças no combate ao câncer infanto-juvenil?! Surpreso? Então vamos seguir em frente.   SOBRE UM PROBLEMA CORRIQUEIRO… Segundo estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a taxa de obesidade está em alta não apenas nos países desenvolvidos, mas nos de média e baixa renda também e tem sido responsável por mais causas de morte do que a própria desnutrição. Parece até brincadeira isso. Significando que o aumento do peso corporal total tem relação de com uma desproporção na distribuição da gordura no corpo, seja pela falta de reeducação alimentar e criação de hábitos desde a infância ou pela facilidade de obtenção de certos alimentos como biscoitos recheados, salgadinhos, refrigerantes e fast-food, sendo essa o foco do texto. Em, “Muito Além do Peso”, um documentário sobre obesidade infantil lançado em novembro de 2012 e dirigido por Estela Renner, revela que já há no Brasil uma geração de crianças condenadas a morrer cedo ou ter problemas de saúde em função de maus hábitos alimentares. Nele mostra que 56% de crianças brasileira com menos de 1 ano de idade bebem refrigerantes. SERÁ QUE COMER NO MC DONALD’S ENGORDA? Assista abaixo este outro vídeo sobre o McDonald’s:   Junto a isso, é importante lembrar, os artigos e outras matérias falando sobre o assunto não são nem certas e nem erradas, porque dependem do contexto. São estritamente positivas no contexto de oferecer informações, e a partir disso, você tira suas próprias conclusões e adéqua a sua realidade. Ninguém diz para você fazer do Mc Donald’s a sua sala de...

Continuar Lendo
Qual é o seu tipo físico?
jul19

Qual é o seu tipo físico?

Você certamente já deve ter se dado conta que há em sua academia pessoas com mais facilidade em ganhar músculos e outras em armazenar gordura. Você possivelmente conhece alguém que come de tudo e mesmo assim não engorda, não é mesmo? Agora, você deve estar se questionando porque isso acontece? Bem, isso ocorre por que cada pessoa possui um tipo físico diferente. Alguns geneticamente nascem com mais facilidade de ganhar peso, outros com mais dificuldade em ganhar peso, etc. Conheça as principais características de cada tipo físico: ECTOMORFO Corpo magro com dificuldade em ganhar peso, seja massa muscular ou gordura, logo possui baixo percentual de gordura (metabolismo super rápido). Sua estrutura óssea é estreita, ou seja, tem ombros curtos, cintura fina, e caixa torácica estreita. MESOMORFO Corpo atlético com grande facilidade em ganhar músculos e ao mesmo tempo gordura. Sua estrutura óssea é considerada ideal, sendo um “meio termo” entre ectomorfos e endomorfos, possui ombros largos, caixa torácica larga e cintura fina. ENDOMORFO Corpo naturalmente pesado, possui muita facilidade em ganhar peso, sendo este mais gordura do que músculo, logo sofre com uma enorme dificuldade em perder peso (metabolismo lento). Sua estrutura óssea é larga, possui ombros largos, cintura e caixa torácica largas. Assista ao vídeo do grande mestre Sardinha falando de algumas particularidades de cada biotipo. Agora você já consegue distinguir qual é o seu tipo corporal? Espero ter ajudado!   Referências: Body Types Ectomorph, Mesomorph or Endomorph. Disponível em: http://www.truefit.co.nz/Documents/Body%20Types.pdf (Último acesso em 19/07/2014)...

Continuar Lendo
Top 10 – As melhores músicas para treinar
maio17

Top 10 – As melhores músicas para treinar

Neste artigo, trago uma lista com as 10 melhores músicas para você escutar durante o treino.   10 – Kanye West – Stronger   9 – Professor Green – Monster feat   8 – Pitbull – Timber ft. Ke$ha 7 – EMINEM – Lose Yoursel 6 – Avicii – Wake Me Up   5 – David Guetta – I Can Only Imagine   4 – Dimitri Vegas – Mammoth   3 – Flo Rida – Good Feeling   2 – David Guetta – Play Hard   1 –  Skillet – Monster    Quais músicas você costuma ouvir durante o treino? Deixe nos comentários o nome das suas músicas favoritas! 😉  ...

Continuar Lendo