A culpa não é do McDonald’s

A culpa não é do McDonald’s

No ultimo sábado do mês de agosto(30/08) foi o dia do Mcdia Feliz, então nada mais nada menos do que trocar uma ideia com vocês. Não vou falar mal e nem bem sobre o assunto, esse não será um artigo do tipo: O lado negro de alguma coisa e também não será publicidade. Só de falar no nome da empresa, alguns marombeiros já começam a se coçar, compreensível. Vamos esclarecer, por exemplo, como a empresa que se tornou uma das maiores do ramo dos lanches rápidos, com 33 mil restaurantes espalhados por 119 países, se tornou tão polêmica quanto se trata de saúde, especialmente pela enorme quantidade de calorias encontradas nos lanches. Médicos, educadores físicos, nutricionistas, e fanáticos por McDonald’s, debatem sobre diversas situações envolvendo a empresa, e é claro, num mundo tão diversificado, as opiniões são várias: Uns amam aqueles lanches “deliciosos”, outros são contra suas propagandas, e ainda o fato de que a cada dia o número de crianças obesas vem aumentando. Quem estaria certo? Por outro lado quem diria que o McDonald seria responsável por um Instituto que ajuda milhões de crianças no combate ao câncer infanto-juvenil?! Surpreso? Então vamos seguir em frente.

 

SOBRE UM PROBLEMA CORRIQUEIRO…

Segundo estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a taxa de obesidade está em alta não apenas nos países desenvolvidos, mas nos de média e baixa renda também e tem sido responsável por mais causas de morte do que a própria desnutrição. Parece até brincadeira isso. Significando que o aumento do peso corporal total tem relação de com uma desproporção na distribuição da gordura no corpo, seja pela falta de reeducação alimentar e criação de hábitos desde a infância ou pela facilidade de obtenção de certos alimentos como biscoitos recheados, salgadinhos, refrigerantes e fast-food, sendo essa o foco do texto.

Em, “Muito Além do Peso”, um documentário sobre obesidade infantil lançado em novembro de 2012 e dirigido por Estela Renner, revela que já há no Brasil uma geração de crianças condenadas a morrer cedo ou ter problemas de saúde em função de maus hábitos alimentares. Nele mostra que 56% de crianças brasileira com menos de 1 ano de idade bebem refrigerantes.

SERÁ QUE COMER NO MC DONALD’S ENGORDA?

Assista abaixo este outro vídeo sobre o McDonald’s:

 

Junto a isso, é importante lembrar, os artigos e outras matérias falando sobre o assunto não são nem certas e nem erradas, porque dependem do contexto. São estritamente positivas no contexto de oferecer informações, e a partir disso, você tira suas próprias conclusões e adéqua a sua realidade. Ninguém diz para você fazer do Mc Donald’s a sua sala de jantar, não é obrigado a ir lá tomar café, almoçar e jantar todos os dias. Tem uma frase que todos ouvimos: “Fique longe de fast-food!”, é um ótimo conselho, até mesmo sendo generalizado, mas se estiver em uma dieta e acabar não resistindo, não se culpe, pergunte-se o que aprendeu com isso e porque não resistiu, você cria um controle das suas escolhas, você tem uma coisa chamada livre arbítrio exatamente pra tomar decisões… É você quem decide o que é certo ou errado pra você.

Sobre o argumento da publicidade massiva e influente sobre as crianças… Bem, as crianças hoje em dia tem facebook, ficam expostas a internet que tem de tudo, e ainda assistem Big Brother e Zorra Total, quer mais devastação mental que isso?! Elas estão sobre constante pressão das publicidades e estímulos capitalistas. A questão aqui é outra.

Dizer que O McDonald’s deveria deixar de existir porque tem uma péssima influência sobre as crianças e sua saúde, é o mesmo que dizer para sumir com o Bruno Mars e o Ian Somerhalder porque eles atraem as garotas. E sim garotão, você que diz que sua namorada só tem olhos pra você, a sua namorada pensa nesses caras, mas não é esse o caso aqui. Vivemos em um mundo de estímulos, não importa o quanto a sua maturidade espiritual esteja desenvolvida (considerando a ausência de um monge leitor desse site), um belo dia, seus garotinhos e garotinhas terão que escolher seus caminhos, o que vão comer e com quem irão se relacionar e a “culpa” não vai ser dos comerciais ou propagandas, e sim de uma boa educação e direcionamento pelos exemplos desde a infância. É um mundo capitalista com várias opções, você quem decide o que ou não fazer. Não quer que seu filho seja mal influenciado? Coloca galinha pintadinha no DVD e deixa a criança lá assistindo, se ninguém a distrair ou mexer com ela, acredite, ela não sairá nunca de lá. Ainda assim, isso é um tipo de influência.

O INSTITUTO RONALD MCDONALD’S

A cada ano, no dia 30/08, é comemorado o McDia Feliz que reverte toda a venda de Big Mac para instituições de todo o Brasil na luta pela cura do câncer infanto-juvenil. Bem, esse vai até aqui porque não to sendo remunerado pra isso. O mais incrível é que a alimentação das crianças é totalmente balanceada com frutas e legumes. Nada de hambúrguer. Assistam o vídeo e surpreendam-se!  

A ideia desse artigo foi sobre ter um olhar mais profundo e enxergar com perspectivas diferentes, não recebemos nenhum centavo para escrever isso e nem Big Mac’s. Os problemas ainda vão existir, talvez o aumente a taxa de obesidade, terá gente se lesionando nas academias porque querem pegar  mais carga do que deveriam e pessoas fazendo dietas milagrosas, vamos lidar sempre com isso, isso é bom, porque se não tivéssemos esses desafios e não passar por isso tudo, não seriamos essa pessoa lendo esse artigo e tentando se melhorar sempre. Obrigado aos que chegaram até aqui, curtam, deixem comentário e dúvidas.

Para os mais curiosos e aventureiros que queiram saber como funciona uma fábrica McDonald’s, é só entrar no site, conversar com o pessoal do Marketing e marcar uma visita.

Para saber mais:
http://www.comerparacrescer.com/2010/08/17/os-segredos-do-mcdonalds/
http://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/noticias/homem-perde-17-quilos-comendo-so-mcdonalds-por-3-meses
http://www12.senado.gov.br/jornal/edicoes/2013/03/12/obesidade-cresce-rapidamente-no-brasil-e-no-mundo

email
Gostou do artigo? Então, contribua compartilhando!

Deixe seu comentário ;)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Curiosidades, Nutrição, Vídeos
Alongamento X Aquecimento – Qual a diferença?

Fechar